Guanabara
Receba atualizações semanais, vagas novas e avaliações
Avaliação de funcionário da empresa Guanabara

Uma empresa que não valoriza seus funcionários

3,0
Equilíbrio entre trabalho e vida pessoal
Salário/Benefícios
Estabilidade/Promoção
Gerência
Cultura empresarial
12 de Fevereiro de 2019
Uma empresa que não valoriza principalmente as caixas operadoras que são a principal sustentabilidade da empresa.
Nem as necessidades fisiológicas são respeitadas.

Muitos funcionários não conseguem fazer sua refeição pois o horário não combina.
Avaliação por categoria
2,0
Equilíbrio entre trabalho e vida pessoal
2,0
Salário/Benefícios
1,0
Estabilidade/Promoção
1,0
Gerência
3,0
Cultura
Esta avaliação foi útil?
Similar reviews
3,0
Equilíbrio entre trabalho e vida pessoal
Salário/Benefícios
Estabilidade/Promoção
Gerência
Cultura empresarial
10 de Abril de 2020
Same role
operadora de caixa (Ex-Funcionário) - Barra da Tijuca, RJ
Tive bons aprendizado pois não tinha experiência lá adquiri única coisa de favorável que me aconteceu.
Esta avaliação foi útil?
5,0
Equilíbrio entre trabalho e vida pessoal
Salário/Benefícios
Estabilidade/Promoção
Gerência
Cultura empresarial
10 de Março de 2020
Same role
Caixa (Ex-Funcionário) - Engenho de Dentro, RJ
Já trabalhei, gostei muito, só saí por causa do horário,eu chegava de madrugada em casa,e é perigoso
Esta avaliação foi útil?
5,0
Equilíbrio entre trabalho e vida pessoal
Salário/Benefícios
Estabilidade/Promoção
Gerência
Cultura empresarial
20 de Março de 2019
Same location
Auxiliar de Supermercado (Ex-Funcionário) - Rio Grande, RS
Empresa só tenho a elogiar,onde o funcionário e valorizado de todas as formas.
Esta avaliação foi útil?
Deseja saber mais sobre como é trabalhar aqui?
Faça perguntas sobre o trabalho ou entrevistas na empresa "Guanabara". Funcionários atuais e antigos poderão responder.
Avaliação geral
4,1
Informação baseada em 180 avaliações
5
94
4
41
3
26
2
12
1
7
Avaliação por categoria
4,0
Equilíbrio entre trabalho e vida pessoal
3,8
Salário/Benefícios
3,5
Estabilidade/Promoção
3,8
Gerência
3,8
Cultura