Entrevistando

Como se preparar para uma entrevista de emprego

Entrevistas são a etapa mais comum em processos seletivos. Mesmo assim, não deixa de assombrar muitos candidatos. A ansiedade antes de uma entrevista de emprego é normal, mas você não precisa deixar ela dominar você. Com uma boa preparação, essa etapa pode ser superada sem maiores sobressaltos. Pensando nisso, preparamos algumas dicas para você estar melhor preparado em sua próxima entrevista. Boa sorte!

12 dicas para brilhar em sua entrevista

Revise o anúncio da vaga

Ao se preparar para a entrevista, revise o anúncio da vaga à qual está concorrendo. A descrição ajudará você a identificar o perfil de profissional que o recrutador procura. É claro que, quanto mais próximo desse perfil você estiver, melhor. Pela descrição da vaga, você também poderá ter uma noção das perguntas que serão feitas na entrevista e uma chance maior de se preparar. Por fim, revise seu currículo e prepare-se para, na entrevista, citar suas qualificações e habilidades com os mesmos termos empregados na descrição da vaga.

Tenha certeza de seu interesse pela vaga

Um aspecto importante em processos seletivos é saber passar segurança para o recrutador. Na maioria das entrevistas, o candidato é questionado sobre seu interesse em trabalhar na empresa, o motivo de estar concorrendo à vaga e a razão de ele ser uma boa escolha. Esteja preparado para responder a esse tipo de pergunta. Para isso, é fundamental que você esteja realmente interessado nos diferentes aspectos da função a que está concorrendo.

Pesquise sobre a empresa

Antes da entrevista, estude o quanto puder sobre a empresa: área de atuação, organização interna etc. Essas informações ajudarão você a prever possíveis perguntas por parte do entrevistador e a preparar-se de forma adequada. Assim, você sentirá maior segurança, reduzirá o nervosismo e será capaz de manter a calma durante a entrevista.

Muitos recrutadores perguntam ao candidato, ao final da entrevista, se ele tem perguntas a fazer. Nesse momento, você pode demonstrar que pesquisou sobre a vaga e a empresa, fazendo perguntas específicas. Demonstrar interesse é uma ótima forma de causar uma boa impressão e ter vantagem sobre seus concorrentes.

Pesquise sobre os produtos e serviços da empresa

Outra dica importante é buscar informações sobre os principais produtos e serviços da empresa, mesmo que não estejam ligados diretamente ao setor em que você pretende atual. Considere que, ao fazer parte de um time, você precisa conhecer o todo. Quanto mais você souber, melhor! Demonstre engajamento e curiosidade durante a entrevista.

Pesquise sobre a sua função

Busque compreender quais são as responsabilidades e as rotinas da posição desejada. Assim, você não estará apenas garantindo um bom desempenho na entrevista, mas também uma boa preparação para a função, caso venha a ser selecionado/a.

A preparação para a entrevista exige também uma autoavaliação da sua parte. Se você ficar com dúvidas sobre as atribuições do cargo, pergunte ao recrutador durante a entrevista. Ao tirar suas dúvidas, você terá maior clareza para julgar se a vaga é adequada ou não para você.

Entenda a cultura e os valores da empresa

Conhecer a cultura e os valores da empresa é muito importante para saber se você se identifica com ela. Para avaliar isso, você pode buscar informações nas mídias sociais e na página oficial da empresa, bem como em notícias sobre ela na mídia. Se você concluir que tem um perfil adequado à cultura e aos valores da empresa, pode explorar isso na entrevista de emprego.

Lembre-se, no entanto, que essa é uma questão que impactará sua vida. Por isso, aproveite para perguntar mais a respeito durante a entrevista. Alguns fatores que normalmente refletem a cultura e os valores da empresa são a política de benefícios praticada (licença-maternidade, férias, premiações etc.), a existência de plano de carreira e a promoção de ações de responsabilidade social.

Não fale mal de seu emprego atual/anterior

Opte sempre pela diplomacia quando surgirem questionamentos sobre suas experiências em outras empresas. Adote um tom neutro e respeitoso. Evite fazer comentários negativos sobre ex-colegas de trabalho, gestores e políticas de empresas. Atitudes desse tipo deixam uma péssima impressão em entrevistas de emprego e podem minar suas chances de contratação.

Simule entrevistas em casa

Quanto mais entrevistas você fizer, melhores serão suas respostas. Com a prática, nervosismo e ansiedade também tendem a diminuir. Por isso, pratique em casa. Você pode pedir a ajuda de amigos ou familiares para simular uma entrevista, ou apenas ensaiar sozinho/a as suas respostas. Ouvindo a si mesmo/a, perceberá pontos em que precisa melhorar. A prática ajudará você a agir com maior naturalidade no momento da entrevista.

Tente evitar surpresas

Não é muito comum, mas uma entrevista de emprego pode muitas vezes incluir testes de lógica, exames psicotécnicos, dinâmicas de grupo ou outras formas de avaliação. Nem sempre os candidatos são avisados com antecedência. Caso você conheça alguém que trabalhe na empresa, pergunte se costumam ser aplicados testes sem aviso prévio.

Mantenha a postura

A linguagem corporal e o tom de voz são elementos importantes e influenciam a percepção que o entrevistador tem dos candidatos. Evite falar muito baixo, o que demonstra insegurança. Mantenha um tom de voz confiante e firme. Já a linguagem corporal deve ser amigável (sorria sempre!) e natural. Mantenha uma postura ereta e profissional.

Tenha seu currículo em mãos

Aproveite a oportunidade de demonstrar que você é uma pessoa organizada. Em algumas entrevistas, o recrutador pode solicitar uma cópia impressa do seu currículo. O ideal é ter sempre três cópias em mãos, caso haja mais de um recrutador participando do processo seletivo.

Você também poderá usar seu currículo como um guia durante a entrevista. Muitas vezes, o entrevistador aborda pontos específicos do currículo do candidato. Por isso, é bom poder consultá-lo caso você não se lembre da forma como descreveu alguma função ou habilidade, por exemplo.

Não falte

Anote informações como data, horário e endereço da entrevista, bem como os dados de contato do recrutador, como e-mail e número de telefone. Além disso, tome as precauções necessárias para não se esquecer da entrevista: marque o evento em sua agenda, coloque um lembrete na porta da geladeira etc.

Pensar na logística é essencial. Pesquise o tempo de deslocamento até o local da entrevista, observando possíveis variações conforme o horário ou o dia da semana. No dia da entrevista, saia de casa com antecedência. Caso chegue antes da hora, aproveite o tempo para revisar suas anotações. Se tiver algum imprevisto, contate o recrutador.

Candidate-se facilmente com um Currículo Indeed

6 perguntas frequentes e como responder a elas

Você dificilmente poderá prever todas as perguntas de sua entrevista de emprego. No entanto, pode se preparar para aquelas que são mais frequentes. Separamos algumas delas para você.

Fale mais sobre você

Essa é uma das perguntas mais feitas em entrevistas de emprego. Para respondê-la, atenha-se ao que é relevante. Conte sobre sua formação, habilidades pessoais e experiências profissionais, priorizando o que for relevante para o cargo desejado. Evite falar sobre sua vida pessoal ou dar exemplos longos. Use sua história para convencer o entrevistador de que você é uma escolha adequada para a empresa.

Por que você deseja ser contratado pela nossa empresa?

Para responder a essa pergunta, seja criativo/a. Mostre que você se identifica com as ambições, valores e cultura da empresa. Fale sobre as características que você mais admira na empresa e relacione-as com a sua trajetória pessoal.

Qual é sua pretensão salarial?

Pesquise com antecedência os valores praticados no mercado e evite responder com um valor fechado. É preferível responder com uma faixa salarial e manter aberta a possibilidade de negociação. No entanto, mesmo que você tenha alguma flexibilidade, evite baixar muito o valor do seu trabalho. Isso pode pesar contra você.

Se você for pego desprevenido e não conhecer bem os valores praticados no mercado, peça para o recrutador fazer uma proposta.

Quais são seus pontos fortes e fracos?

Evite falar de características não relacionadas ao trabalho. Essa é a hora de você valorizar suas habilidades. Você pode mencionar, por exemplo, capacidade de gerir conflitos, experiência em trabalhar sob pressão ou bom relacionamento interpessoal.

Quanto aos pontos fracos, evite clichês como excesso de perfeccionismo, dedicação excessiva ao trabalho etc. Cite um defeito real e ganhe pontos pela honestidade. Apenas tome o cuidado de não citar algo que esteja diretamente relacionado ao cargo que pretende ocupar na empresa. Se estiver concorrendo a uma vaga de vigilante, por exemplo, não pode dizer que tem problemas de concentração. Nesse caso, o melhor seria mencionar excesso de timidez, por exemplo

O que mais chama sua atenção nessa vaga?

Essa pergunta é bastante usada para medir se você conhece bem a função para a qual está concorrendo. O melhor, nesse caso, é você mencionar aquelas habilidades mencionadas na descrição da vaga que você pensa atender melhor. Desta forma, você aproveita para reforçar sua candidatura ao mesmo tempo em que mostra conhecimento sobre a vaga.

Você tem alguma pergunta?

Ao final de entrevistas de emprego, é comum perguntarem se o candidato deseja fazer alguma pergunta. Essa é a hora de você reforçar seu interesse e tirar qualquer dúvida sobre o processo seletivo. Separamos algumas perguntas que você pode fazer nessa hora.

  • Quando terei uma resposta sobre o processo seletivo?
  • Se eu for selecionado, começo quando a trabalhar?
  • Como são os horários de trabalho?
  • A empresa oferece algum benefício?
  • Quantas vagas estão abertas para essa função?
  • A empresa tem plano de carreira para essa função?
  • Quais são os valores da empresa?
  • Eu li que a empresa tem um projeto social para ajudar no combate à fome. Como ele funciona?
  • Você ficou com alguma dúvida em relação às minhas experiências profissionais?