Entrevistando

Como se preparar para uma entrevista de emprego por telefone

Em muitos processos seletivos, a primeira entrevista a se realizar com os candidatos ocorre por telefone. Em alguns casos, antes de haver um encontro presencial, pode haver até mais de uma ligação para o candidato. Como são as entrevistas nesse formato e de que forma você pode se preparar para elas? Este artigo responde a dúvidas como essas e dá algumas dicas para você se sair bem.

Os recrutadores usam entrevistas por telefone como ferramenta para uma triagem prévia dos candidatos. Nesse primeiro contato, eles fazem algumas perguntas para conferir se o entrevistado corresponde a requisitos básicos da vaga. Se for o caso, o candidato pode ser chamado para uma entrevista presencial ou passar por outras etapas de triagem, como testes e dinâmicas de grupo.

Como fazer uma entrevista por telefone

Ao falar com um recrutador pelo telefone, você precisa estar atento a alguns detalhes. Diferentemente das entrevistas pessoais, por exemplo, você não poderá contar com a sua linguagem corporal. Portanto, aposte na modulação do seu tom de voz, na clareza e no uso de uma linguagem adequada.

Se for possível agendar a entrevista por telefone, uma boa dica é preparar um roteiro para esse momento. Pense em perguntas que geralmente são feitas em processos seletivos. Faça um pequeno rascunho, organizando suas respostas por tópicos. Anote também seus dados pessoais e informações que possam ser úteis.

Tenha cuidado ao usar esse rascunho durante a entrevista por telefone e procure responder às perguntas com naturalidade. Essa "cola" que você fizer deve servir apenas como referência e não deve ser lida de forma corrida. Aliás, é bem provável que você receba alguma pergunta inesperada. Por isso, para não "travar" numa situação como essa, evite ficar totalmente dependente do rascunho que você fez.

Candidate-se facilmente com um Currículo Indeed

Dicas essenciais para realizar sua entrevista por telefone

Durante uma entrevista por telefone, o recrutador geralmente faz uma espécie de checklist em que verificará se você atende aos critérios mínimos para avançar no processo seletivo. Nesse momento, as questões mais comuns envolvem:

  • Verificação de dados pessoais
  • Nível de graduação
  • Pretensão salarial
  • Disponibilidade de horários
  • Disponibilidade para início no emprego
  • Conhecimento sobre a empresa
  • Conhecimento sobre a vaga
  • Experiência na área pretendida
  • Verificação de algumas habilidades específicas (por exemplo, o conhecimento de alguma língua ou software)

Essa verificação serve justamente para identificar se o candidato atende aos requisitos básicos que a vaga requer. No entanto, outras empresas podem aproveitar para aprofundar mais as questões logo nessa etapa.

Para você se preparar melhor, trazemos aqui exemplos do que pode ser perguntado e modelos de resposta para adaptar e praticar.

1 . Fale um pouco sobre você

Muitos recrutadores usam essa pergunta como a base de uma entrevista por telefone. Trata-se de uma forma prática para compreender se o candidato tem o perfil pretendido pela empresa.

Você deve usar esse tempo para falar sobre sua formação e experiências profissionais relevantes. Demonstre por que você é qualificado para o cargo. Não se estenda por exemplos longos ou detalhes de sua vida pessoal.

Exemplo de resposta:

"Sou graduado em enfermagem pela Universidade Federal de São Paulo e mestre em Saúde da Família pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Além disso, já fiz diversos cursos relacionados à minha profissão. Atualmente, sou chefe de enfermagem no setor de cardiologia do Hospital São José. Minhas responsabilidades incluem liderar a equipe de enfermagem, identificar as necessidades de recursos humanos e acompanhar os prontuários dos pacientes. Cerca de 30 pessoas fazem parte da minha equipe. Tenho interesse em participar do processo seletivo do Hospital Dom Pedro porque ele é referência na área em que eu pesquiso."

2 . Descreva suas experiências profissionais

Alguns recrutadores podem perguntar especificamente sobre a última experiência profissional do candidato, ou sobre a atual, caso ele esteja trabalhando. Essa é uma boa oportunidade para você falar de suas habilidades e mostrar que é o melhor candidato para a vaga.

Exemplo de resposta:

"Trabalho há mais de sete anos no varejo, em lojas de vestuário. Nos últimos três anos, trabalhei como gerente de loja da empresa ABC. Fui responsável pela coordenação da equipe, contratação e desenvolvimento de pessoas, supervisão de vendas e fechamento de caixa. Trabalhei com alto nível de cobrança e obtive ótimos resultados em metas e em faturamento."

3. Por que eu devo contratar você?

Essa pergunta é muito comum em entrevistas por telefone. O recrutador usa esse tipo de questão para compreender o real interesse do candidato pela vaga. Também é uma forma de incentivar o candidato a uma autoavaliação de suas habilidades. Se você ainda estiver em outro emprego, procure evitar fazer comentários negativos sobre sua empresa.

Exemplo de resposta:

"Eu atendo a todos os requisitos da vaga, incluindo a experiência exigida. Além disso, conheço bem os valores e a forma como vocês trabalham, pois conheço muitos profissionais que trabalham aí e tecem muitos elogios à empresa. Estou muito motivado e me sinto preparado para desempenhar essa função."

4. Qual é sua pretensão salarial?

É essencial para a empresa saber se as expectativas do candidato correspondem às suas. Perguntar sobre a pretensão salarial do candidato também ajuda o recrutador a diagnosticar se o candidato está em um nível de qualificação compatível com a vaga.

O importante é que você responda a essa pergunta com alguma flexibilidade, mas sem desqualificar seu trabalho. Caso não saiba quanto pedir, pesquise antes os valores de mercado. Você deve estar bem atualizado e compreender a influência de diversos parâmetros sobre os salários praticados. E não fique nervoso, pois negociações de salário são muito normais. Além do mais, você precisa estar bem-informado para avaliar o valor do seu trabalho.

Se você for pego desprevenido e não tiver noção de valores praticados na área, seja honesto e peça para o recrutador fazer uma proposta. Geralmente, nessa situação, o recrutador abre o valor que pretende oferecer e pergunta se o candidato tem interesse no salário.

Mostramos logo abaixo dois bons exemplos de resposta para essa pergunta.

Exemplo 1:

“Para esse cargo, meu salário ideal seria entre R$4 mil e R$5 mil. Acredito que seria uma remuneração apropriada para o meu nível de experiência e fica próxima do que estou ganhando atualmente."

Exemplo 2:

"Acabei de me mudar para o Rio de Janeiro. Confesso que não sei qual a média salarial aqui para essa função. Você poderia me falar?"

5. Como você reagiria a [situação específica]?

Às vezes, você pode ter que responder a uma espécie de teste por telefone. Nesses casos, o mais comum é que o recrutador pergunte como você reagiria em determinada situação. O objetivo disso é identificar qual seria o seu posicionamento em situações comuns (ou nem tanto) para o cargo desejado.

Quando tiver que responder a questões desse tipo, evite ficar em dúvida sobre a situação em que está sendo testado. Faça as perguntas necessárias para entender o contexto antes de responder, assim você terá clareza da situação. Ao responder, procure ser breve e vá direto ao ponto. O recrutador observará seu poder de síntese e a assertividade em sua resposta.

Exemplo de pergunta e resposta:

P: O cliente quer um produto que já acabou. Como você reage?

R: Em primeiro lugar, eu ofereço um produto semelhante. Caso ele insista na primeira opção, procuro verificar se em outras filiais há estoque da mercadoria. Por último, me ofereço para ficar com o número de telefone do cliente e ligar assim que tiver reposição da peça.

Exemplo de pergunta e resposta:

P: Estamos quase fechando o mês e o banco ainda não atingiu a meta mensal de novas aberturas de contas universitárias. O que você faria?

R: Eu ligaria para uma lista grande de contatos e ofereceria o serviço. Em paralelo, eu tentaria propor uma ação promocional em universidades.

6. Você ficou com alguma dúvida?

Não perca a oportunidade de fazer perguntas ao recrutador, pois isso demonstra interesse pela vaga. Para saber o que perguntar nessa situação, pesquise bastante sobre a empresa. Quanto mais você souber sobre a empresa, mais perguntas terá para fazer.

Veja exemplos de perguntas a serem feitas:

Quando terei uma resposta sobre o processo seletivo?

Se eu for selecionado, quando começo a trabalhar?

Como são os horários de trabalho?

A empresa oferece algum benefício?

Quantas vagas estão abertas para essa função?

A empresa tem plano de carreira para essa função?

Você ficou com alguma dúvida com relação às minhas experiências profissionais?

Essas são apenas algumas das perguntas mais comuns que recrutadores fazem em entrevistas por telefone. As possibilidades são infinitas. Por isso, esteja preparado para todos os tipos de perguntas e tente sempre respondê-las com naturalidade. Caso o recrutador pergunte se você está participando de algum outro processo seletivo, por exemplo, seja honesto e diga que sim (se estiver mesmo participando). É muito importante demonstrar clareza, confiança e sinceridade em suas respostas.